Logo Fabapar

Quem Somos

Somos as Faculdades Batista do Paraná, a instituição de ensino superior teológico mais tradicional do estado.

Proporcionamos uma ótima estrutura pedagógica e técnica para uma formação integralmente ética, evidenciando, assim, nosso posicionamento como instituição cristã que contribui para inclusão e acesso à cidadania de cada brasileiro.

Contamos com um time de professores com experiência na área teológica, sendo eles mestres, doutores e pós-doutores.

A FABAPAR é credenciada e reconhecida pelo MEC, mantida pelo Conselho Educacional da Convenção Batista Paranaense e integrada ao Sistema Federal de Ensino, conforme a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (9394/96).

Missão

Formar líderes relevantes comprometidos com a transformação espiritual, social e científica, promovendo conhecimento inovador por meio de princípios cristãos.

Visão

Ser referência no Brasil em ensino, pesquisa e extensão inspirando pessoas a servir à sociedade por meio de conhecimento e práticas transformadoras.

Valores

  • Compromisso em servir ao próximo, visando à transformação social;
  • Debates/diálogos com as diferentes crenças;
  • Valorização do mérito acadêmico;
  • Busca do conhecimento e do crescimento do reino de Deus;
  • Promoção da inclusão e dignidade;
  • Incentivo à pesquisa e ao desenvolvimento pessoal;
  • Compromisso com a verdade e a transparência;
  • Agir com ética, justiça e misericórdia;
  • Ofertar à sociedade contemporânea uma teologia fiel aos princípios cristãos.

Histórico

A história da FABAPAR tem início no ano de 1940, quando o missionário norte-americano Arthur Beriah Deter (1868-1945) criou a então “Escola Batista de Treinamento”, que já tinha seus primeiros alunos antes mesmo de ter seu prédio construído. Tal prédio, acertado com a empresa “Irmãos Thá” no valor de 35.860.000,00 foi inaugurado no dia 12 de outubro de 1940 e permanece, até hoje, como símbolo da história da FABAPAR, integrando sua estrutura física.

Em 1958, a Escola Batista de Treinamento é renomeada, passando a se chamar “Instituto Bíblico A. B. Deter”, carregando o nome de seu fundador, que havia incorporado já em 1941. Porém, para além do nome, a faculdade também mudou sua postura na década de 1950, quando passou a estar aberta a alunos externos, para além dos alunos internos, que moravam na faculdade, e até mesmo para as mulheres que desejassem se tornar alunas do instituto. Assim, a faculdade abriu suas portas e se viu em uma primeira onda de expansão, crescendo rapidamente e ampliando, inclusive, sua estrutura física, a fim de atender à chegada de alunos de várias partes do Paraná e do Brasil.

No ano de 1974 outro passo é dado: é criado o Seminário Teológico Batista do Paraná pela Convenção Batista Paranaense. Neste contexto, inúmeros seminários surgiam pelo Brasil, ao ponto de ser cogitada a hipótese de haver “mais alunos formados pelos seminários que igrejas necessitadas de pastores”, como indicou José dos Reis Pereira. O então STBP, porém, apresentando qualidade e seriedade desde sua formação, não somente conquistou seu espaço na teologia nacional, mas também cresceu consideravelmente, tornando-se em verdadeira referência no país.

Tendo em vista não somente o reconhecimento nacional, mas também o aperfeiçoamento do ensino, foi formada a Faculdade Teológica Batista do Paraná, aprovada e reconhecida pelo MEC no ano de 2001. Tal passo não implicou em um distanciamento da teologia batista – pelo contrário, a instituição permaneceu e permanece, ainda hoje, marcada pela identidade batista, mediante uma formação teológica que, além de atender à qualidade exigida, tem buscado manter sua tradição.

Em 2010, a então FTBP expandiu ainda mais suas fronteiras, abrindo-se para o Brasil e para o Mundo através da criação do curso de Bacharelado em Teologia EAD. A partir do novo curso, a expansão é tal que a instituição passa a ter alunos de todos os estados do Brasil e, inclusive, de diversos países pelo mundo. Reconhecendo o potencial e a importância do ensino a distância, nos anos seguintes, surgiram ainda cursos de Pós-Graduação e extensão a distância, contribuindo ainda mais na formação daqueles que reconhecem a importância da teologia.

Esta história, porém, ainda não terminou. Pelo contrário, cada vez mais surgem novos projetos e propostas a fim de que o ensino aumente sua qualidade e sua propagação. É por isto que em 2013 a faculdade buscou o reconhecimento de seu Mestrado junto ao MEC e em 2014 a instituição mudou seu nome para “Faculdades Batista do Paraná” (FABAPAR), incorporando o plural como indicação do desejo de abertura de novos cursos. Afinal, apesar desta história ser longa, de 1940 até hoje, na verdade ela está só começando.