Por: Me. Francis Natan Gonçalves Martins

Resumo

Com o objetivo de apontar a importância do discipulado bíblico para a Igreja contemporânea, esta pesquisa abrange a definição do discipulado, a sua origem no Antigo  Testamento,  exemplos  no  Novo  Testamento  de  sua  instrumentalidade através do ministério do Mestre Jesus e  na  Igreja  primitiva,  resultados  e  suas  implicações  na  vida do discípulo de Cristo. Contata-se que o discipulado, como uma ordem dada por Jesus, é extremamente benéfico para o amadurecimento e crescimento dos discípulos na  individualidade  e  na  coletividade,  a  saber,  da  Igreja  local.  Sendo  assim,  como  foi  usado  e  mostrou-se  profícuo  no  início  da  Igreja,  o  discipulado  deve  ser  aplicado  na atualidade.

Palavras-chave: Discipulado.  Discípulo.  Vida  Cristã.  Cristianismo.

 

INTRODUÇÃO:

Antes de partir aos Céus, Jesus Cristo deixou uma ordem aos seus discípulos: “…façam discípulos…”. Esta ordem é o centro da grande comissão dada pelo Senhor àqueles que viriam a crer nele.  Cristo  tinha  o  desejo  de  que  todos  os homens,  em  todo  lugar, viessem a conhecer o Seu Evangelho todo, tornando-se assim seus discípulos. Por isso, apontou o modo pelo qual os seus discípulos,  que eram  pessoas  simples,  poderiam  cumprir  a  sua  ordem: por intermédio do discipulado. Este era uma prática que fora utilizada no Antigo Testamento, adaptada ao cristianismo e expressa como ordem de Jesus aos seus. Ademais, o discipulado vem prover à Igreja de Cristo fortalecimento através da maturidade, cuidado e pastoreio constante e testemunho cristão. Além disso, o discipulado conduz o discípulo de Cristo à proclamação do Evangelho que o alcançou. Percebe-se  que  os  primeiros  discípulos  se  ativeram  ao  cumprimento da ordem de Jesus, praticando o discipulado como ferramenta de expansão e cuidado dos novos discípulos; e ensinaram outros a fazer o mesmo. Assim como foi útil no passado, o discipulado  ainda  o  é  na  atualidade.  Cabe  à  Igreja  contemporânea usá-lo compreendendo que este é o modelo bíblico de multiplicação de discípulos por excelência, pois gera discípulos maduros e produtivos para a expansão do Reino na terra.

CLIQUE AQUI PARA CONTINUAR A LEITURA