De acordo com as Escrituras, Deus tem um plano maravilhoso para cada um dos filhos d’Ele. Ao se aproximar do centro da vontade de Deus, o cristão se torna mais apto a ouvir o chamado d’Ele. Para alguns, o chamado está na vida ministerial ou pastoral; já para outros, está no serviço cristão por meio do ensino, da misericórdia, da ação social, da liderança, da missão ou do evangelismo. Cada fiel tem um jeito próprio de receber e de perceber o chamado individual de Deus em seu íntimo.

Deus tem um chamado específico para cada pessoa na igreja e o passo inicial é fundamental para a concretização desse chamado. Esse passo é a resposta afirmativa à convocação do Senhor, passando o crente a vivenciar sua vocação específica. Homens e mulheres precisam dizer “sim” a Deus, entregando suas vidas a ele, em total plenitude, seguindo totalmente a Cristo e servindo-o com obediência e alegria. 

Para alguns crentes, o chamado é algo percebido em dado momento de suas vidas. Para outros, entretanto, não é um processo que ocorre da noite para o dia, mas algo que se vislumbra por meio de uma caminhada intensa para que se possa adquirir todo o conhecimento formal e espiritual necessário para se chegar à conclusão de sua chamada. 

A chamada é concretizada por meio da resposta positiva e pela realização do preparo necessário para exercer as atividades relativas ao propósito almejado. É preciso se preparar por meio de oração e vida espiritual no poder do Santo Espírito; geralmente é necessário se preparar mediante cursos e estudos especializados na área, a fim de que a pessoa esteja apta a cumprir seu chamado. 

Cumprir o chamado é a maneira de obedecer a Deus, espalhando o Reino de Deus sobre a face da Terra, preparando vidas para a eternidade e tornando o mundo em que vivemos melhor. Na verdade, cumprir o chamado constitui memória viva da forma de viver e atuar do próprio Cristo.