Por Me. Leonardo Aparecido Reis Bedani

Resumo

O presente artigo apresenta a importância de o pregador expositivo conhecer a cultura na qual está inserido para a proclamação de uma mensagem relevante. Também é proposta uma definição de contextualização e são apresentados motivos que a tornam necessária e, até mesmo, inevitável. Além disso, apresenta-se limites para uma contextualização saudável e pautada nas Escrituras. Posteriormente, são propostos princípios que norteiam a leitura do pregador das narrativas culturais de seu espaço e tempo. Visto que existem vários contextos e cosmovisões existentes, faz-se necessário a utilização de ferramentas que possibilitam a análise cultural de pessoas inseridas nos mais diversos ambientes e circunstâncias. Por fim, apresenta-se as narrativas culturais da cosmovisão pós-moderna, que é a mais difundida no contexto atual no Ocidente do Século XXI. Busca-se, através da análise de diferentes bibliografias, apresentar os conceitos básicos dessa cosmovisão e como ela pode afetar o
processo da pregação expositiva.

CLIQUE AQUI PARA CONTINUAR A LEITURA